Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Março 11 2010
A ti mulher
esposa , filha e mãe.
A ti que madrugas
em manhãs de neblina
e vais parindo teus filhos
em horas rasgadas d’esperança.

 
Tu que és feita à semelhança
da flor da vida divina

 
Tu que amamentas à luz das estrelas
A ti que perdoas e
fabricas benquerenças.
A ti que ensinas as regras
e modelas o gesto

 
A ti que a liberdade
amarra à resignação,
quando na tua estrada surgir
apenas uma ida sem volta,
detém-te!..
Olha-te ao espelho,
a ti própria;
despe preconceito velho
e diz - BASTA!
Eu também tenho coração.

 
Virgínia Branco
Oeiras, 2008/03/08
publicado por virginiabranco às 17:47
editado por mariaivonevairinho em 14/03/2010 às 17:30

Março 11 2010

 

 

 

 

Subitamente carne, eu aterrei

Neste planeta incerto, e quis viver!

Neste acto (in)voluntário de nascer

Trouxe comigo o mar que, um dia, herdei...

 

Subitamente vida, eu comecei

A pesquisar o mundo, a qu´rer saber...

Vivi-me por inteiro até morrer

e, sem saber porquê, depois voltei...

 

Sem sair deste espaço, o que eu andei!

As mil e uma voltas que já dei,

As mil e uma coisas que já vi!

 

Há quantos mil milénios eu me sei!

As vezes que morri e que acordei

Neste estranho planeta em que nasci!

 

 

NOTA - Ainda um soneto dedicado a todas as mulheres, muito embora o Dia Internacional da Mulher tenha já passado.

publicado por Maria João Brito de Sousa às 09:00
editado por mariaivonevairinho às 17:30

Março 11 2010

  
  Três rosas se encontraram
 Vindas de um jardim qualquer,
 Não eram de Roseiras Bravas,
 Mas sim de um corpo de mulher.

 Fizeram-se amigas
 Sinceras, leais
 Concordando em tudo
 Mesmo em coisas banais.
 
 Seus nomes conjugavam
 Com suas cores e perfumes.
 A Branca, representava Singeleza,
 A Rosa, inteligência e Coragem,
 A Encarnada, Inspiração e Franqueza.
 
 As três num só perfume
 Por Arte ou por Magia,
 É duma suavidade tal,
 Tem a marca POESIA
 
 Angelina, Feliciana e Luísa.
 
Maria Luísa Afonso

publicado por virginiabranco às 01:47
editado por appoetas em 02/05/2010 às 14:10

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

15

22

29


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO